No âmbito do Projeto de Promoção da Educação para a Saúde (PES), pretende-se dar início à campanha de dádiva de sangue para o nosso hospital de proximidade - o Hospital Garcia de Orta. Neste sentido e porque pretendemos ser uma escola cada vez mais solidária, solicitamos a sua adesão a esta campanha.

Se tem entre 18 e 65 anos, peso igual ou superior a 50 kg e hábitos de vida saudáveis, então isto é para si!

Dê a sua gota! Há sempre alguém que pode precisar do seu precioso contributo. Faça a diferença!

Dê sangue! O Hospital Garcia d’Orta agradece!

Hoje pelos outros, amanhã quem sabe …

Algumas boas razões para dar sangue:

• Satisfação pessoal, por sentir que faz parte de um grupo saudável e altruísta da população que sabe ajudar quem mais precisa;

• Resultados das análises clínicas em sua casa após a dádiva;

• Aconselhamento médico se necessário;

• Determinação do grupo sanguíneo;

• Atribuição de cartão nacional de dador de sangue;

• Parque automóvel reservado enquanto efetua a dádiva de sangue (basta contactar o segurança na entrada principal.

• De acordo com a informação disponibilizada pelo Serviço de Medicina Transfusional, o dador poderá usufruir de estacionamento gratuito pelo tempo gasto na dádiva. Para tal, deverá retirar a vinheta de estacionamento e não fazer uso da “Via Verde”. Após a dádiva, apresenta a vinheta e solicita autorização de estacionamento no serviço.

Horário de colheita

O processo de dádiva demora em média 30 minutos e pode ser realizado às segundas, terças e quintas entre as 09:00 e as 15:00. Às quartas e sextas-feiras, poderá fazer a sua dádiva até às 19:00.

Antes de efetuar a sua dádiva, um médico vai realizar uma entrevista confidencial, para avaliar as suas condições de saúde e descartar qualquer aspeto que o impeça de doar. O principal objetivo é preservar a saúde do dador e garantir uma transfusão segura para os doentes.

Na entrevista será realizado: um questionário médico, medição do pulso e tensão arterial, recolha de uma pequena gota de sangue (teste da hemoglobina) para exclusão de uma possível anemia. Se não houver nenhuma contra-indicação será aprovado como dador.

Lembre-se que a sua participação é voluntária, poderá decidir não dar sangue em qualquer altura do processo.

Poderá consultar a Lei nº37/2012 de 27 de agosto - Estatuto do Dador de Sangue.

 

 

Publicidade - Saiba mais

Notícias do Agrupamento

´Notícias do AEDS

Estação meteorológica da ESDS

Descarregue aqui a aplicação para o seu telemóvel

Pesquisa

Moodle AEDS Bibliblog Webmail
Clube Europeu
GIAE ON-LINE facebook
GIAE ON-LINE

Publicidade