NAEDS

FICHA TÉCNICA : Equipa: Teresa Reis (prof.), Fernando Rebelo (prof.), Sandra Silva (prof.). Colaboradores: Maria Armanda Mendes (prof.).

Contacto: noticias_aeds@ae-danielsampaio.pt


Notícias do nosso Agrupamento

 Queremos informar-vos que a rubrica relativa ao Jornal da Escola na página do agrupamento passou a chamar-se “Notícias do nosso  Agrupamento” com o intuito de relatar e informar toda a comunidade escolar sobre atividades, visitas, acontecimentos, notícias que  considerem relevantes e que digam respeito a todas as nossas escolas.

Assim, agradecemos a todos e todas as colegas que deem conhecimento de todos os assuntos de interesse para que sejam publicados. Poderão enviar relatos completos ou informações concretas sobre os mesmos para que se possa redigir os textos respetivos. Deverão ainda enviar fotografias em separado (em .jpg) para acompanhar as notícias.

Pretende-se por um lado estar a par das atividades relevantes que vão ocorrendo ao longo do ano letivo em todas as escolas e por outro lado adquirir uma cultura de maior proximidade, de modo a estabelecer uma melhor articulação entre todos, construir e consolidar gradualmente o sentido de pertença e de identidade do agrupamento, tal como está previsto no nosso Projeto Educativo.

Deverão enviar as notícias ou as informações para o email institucional: noticias_aeds@ae-danielsampaio.pt

Aguardamos com grande expectativa as vossas notícias.


 O conjunto de desenhos que se apresenta foram realizados por alunos de 7º e de 9º ano e aludem ao Halloween ou Dia das Bruxas, que se comemora no dia 31 de outubro. Na escola, as máscaras de bruxas com chapéus pretos pontiagudos, a faca na cabeça como se a atravessasse e de onde jorra uma mancha de tinta vermelha, os esqueletos pintados em camisolas simulando cadáveres que se passeiam, as teias de aranha e os desenhos de abóboras com feições humanas preenchem o recinto escolar; e à noite, em casa, grupos de crianças e adolescentes não param de tocar nas campainhas procurando a doçura ou a travessura. 

Tem sido assim nos últimos anos. Contudo, esta é uma prática recente entre nós, popular na cultura norte americana, e em todos os países anglo-saxónicos, remonta a uma antiga tradição celta – o Samhain - que assinalava o fim do verão. Acreditava-se que o véu entre o mundo visível e o invisível se desvanecia, deixando que os mortos se passeassem por entre os vivos.

Em Portugal, as tradições mais antigas alusivas ao mundo dos mortos são o Dia de Finados, o dia de celebrar os mortos, habitualmente com visita às campas, onde se depositam flores e se exacerba a saudade, a tradição do Pão por Deus, que remonta ao séc. xv, a um ritual pagão, e depois implementado no dia 1 de novembro do ano a seguir ao terramoto de 1755, quando a população mais pobre de Lisboa saiu para pedir, aos mais abastados. Com o tempo, o peditório passou a ser feito por crianças e o pão foi substituído por guloseimas.

O Halloween, não só com o seu desfile de máscaras, de evocação dos mortos e do oculto, mas também através da representação por meio de desenhos, pode considerar-se um jogo onde se aprende a esconjurar e a lidar com os medos mais recônditos. 

Ana Guerreiro

Publicidade - Saiba mais

Notícias do Agrupamento

´Notícias do AEDS

Pesquisa

Moodle AEDS Bibliblog Webmail
Clube Europeu
facebook
GIAE ON-LINE

Publicidade