NAEDS

FICHA TÉCNICA : Equipa: Teresa Reis (prof.), Fernando Rebelo (prof.), Sandra Silva (prof.). Colaboradores: Maria Armanda Mendes (prof.).

Contacto: noticias_aeds@ae-danielsampaio.pt


Notícias do nosso Agrupamento

 Queremos informar-vos que a rubrica relativa ao Jornal da Escola na página do agrupamento passou a chamar-se “Notícias do nosso  Agrupamento” com o intuito de relatar e informar toda a comunidade escolar sobre atividades, visitas, acontecimentos, notícias que  considerem relevantes e que digam respeito a todas as nossas escolas.

Assim, agradecemos a todos e todas as colegas que deem conhecimento de todos os assuntos de interesse para que sejam publicados. Poderão enviar relatos completos ou informações concretas sobre os mesmos para que se possa redigir os textos respetivos. Deverão ainda enviar fotografias em separado (em .jpg) para acompanhar as notícias.

Pretende-se por um lado estar a par das atividades relevantes que vão ocorrendo ao longo do ano letivo em todas as escolas e por outro lado adquirir uma cultura de maior proximidade, de modo a estabelecer uma melhor articulação entre todos, construir e consolidar gradualmente o sentido de pertença e de identidade do agrupamento, tal como está previsto no nosso Projeto Educativo.

Deverão enviar as notícias ou as informações para o email institucional: noticias_aeds@ae-danielsampaio.pt

Aguardamos com grande expectativa as vossas notícias.


 No dia 13 de junho de 2019 realizou-se na Escola Secundária Daniel Sampaio uma grande festa Medieval, organizada pela turma do 10ºF e as suas respetivas professoras de História A, Português, Filosofia e MACS, do curso de Línguas e Humanidades. Os festejos, porém, tiveram início no dia 11 de junho, com a apresentação dos painéis de São Vicente pelos alunos da turma,na sala de audiovisuais da escola.

Para que esta recriação da época Medieval fosse bem sucedida, todos colaboraram na sua preparação e organização, não só no próprio dia, desde a decoração da mesa à caracterização dos alunos e das professoras, mas também previamente para a preparação da ementa, da representação dramática por parte dos alunos, da seleção da indumentária, entre outros. Durante este penúltimo dia de aulas, foram dramatizadas várias “cenas medievais”, à maneira de Gil Vicente e respeitando também a Lírica Trovadoresca, com a introdução de cantigas de amor e de escárnio e maldizer. A oferta era variadíssima, desde uma cena na Igreja, com a missa antes do almoço, tendo como padre a aluna Mariana Santos, que posteriormente ouviu as confissões de algumas das personagens. Durante esta cena na Igreja, houve também momentos musicais, por parte da padeira, Inês Campana, e do jogral Sandro Patrocínio.

Após a missa, o rei e a rainha, Tomás Santos e Estela Coelho respetivamente, dirigiram-se à mesa para receberem alguns elementos historicamente reconhecidos, como a lenda da Padeira de Aljubarrota (Carolina Veríssimo), a lenda da Capa Rica (Beatriz Sá), Deuladeu Martins (Daniela Rodrigues), Rainha Santa Isabel (Joana Moura), e Inês de Castro (Catarina Melo), sendo de seguida convidadas a juntarem-se ao banquete. Enquanto desfrutavam de boa comida, da música e da companhia, os reis e todos os convidados foram surpreendidos com a execução de um ladrão (Samuel Valério), por parte do carrasco (Lucas Balola) depois da sua perseguição por parte dos esbirros (Miguel Alves e Gaspar Rodrigues). Foi também executada Joana D’Arc (Bruna António), acusada de feitiçaria, mas desta vez executada na fogueira.

Para terminar as representações dos alunos, foi dramatizado um momento entre uma camponesa e um frade (Raquel Ponge e DavidRamos), no qual a camponesa acusava o frade de assédio, enquanto este o negava, deixando-a deste modo inconsolável e desesperada.Todos estes momentos, completamente abertos ao público, suscitaram interesse e espanto nos presentes, ao avaliar as capacidades artísticas de alguns dos alunos e os pormenores das vestimentas de todos, que eram bastantes características desta época.

Para terminar este dia em grande, os alunos Miguel Alves e Inês Campana (um dos esbirros e uma padeira) representaram um momento musical, interpretando e tocando a música “Os maridos das outras” de Miguel Araújo, como uma versão moderna de uma cantiga de escárnio e maldizer. Houve também a realização de um jogo característico da época, que consistia em entrelaçar várias fitas em volta de um poste, dançando ao som de uma música medieval. Houve ainda tempo para uma fotografia de grupo com os alunos organizados por grupos sociais e profissionais, de acordo comas personagens interpretadas.

Vários elogios de alguns dos espetadores durante este dia incentivaram não só os alunos como também as professoras a repetir estes momentos no próximo ano letivo. Por sua vez, as promessas das professoras para que se repetissem estes momentos entusiasmaram ainda mais os alunos, que também se comprometeram em colaborar ativamente nestes eventos interdisciplinares sempre que solicitados.

“O ano escolar não podia ter terminado de melhor maneira”, foram as palavras dos alunos do 10ºF.

 

Joana Moura  

14//06/2019                                                             

Publicidade - Saiba mais

Notícias do Agrupamento

´Notícias do AEDS

Pesquisa

Moodle AEDS Bibliblog Webmail
Clube Europeu
facebook
GIAE ON-LINE

Publicidade