NAEDS

FICHA TÉCNICA : Equipa: Teresa Reis (prof.), Fernando Rebelo (prof.), Sandra Silva (prof.). Colaboradores: Maria Armanda Mendes (prof.).

Contacto: noticias_aeds@ae-danielsampaio.pt


Notícias do nosso Agrupamento

 Queremos informar-vos que a rubrica relativa ao Jornal da Escola na página do agrupamento passou a chamar-se “Notícias do nosso  Agrupamento” com o intuito de relatar e informar toda a comunidade escolar sobre atividades, visitas, acontecimentos, notícias que  considerem relevantes e que digam respeito a todas as nossas escolas.

Assim, agradecemos a todos e todas as colegas que deem conhecimento de todos os assuntos de interesse para que sejam publicados. Poderão enviar relatos completos ou informações concretas sobre os mesmos para que se possa redigir os textos respetivos. Deverão ainda enviar fotografias em separado (em .jpg) para acompanhar as notícias.

Pretende-se por um lado estar a par das atividades relevantes que vão ocorrendo ao longo do ano letivo em todas as escolas e por outro lado adquirir uma cultura de maior proximidade, de modo a estabelecer uma melhor articulação entre todos, construir e consolidar gradualmente o sentido de pertença e de identidade do agrupamento, tal como está previsto no nosso Projeto Educativo.

Deverão enviar as notícias ou as informações para o email institucional: noticias_aeds@ae-danielsampaio.pt

Aguardamos com grande expectativa as vossas notícias.


O grupo de alunos que integra o projeto "Aprender, Fazendo" da EB de Marco Cabaço, desenvolveu algumas atividades de horticultura. Foram observados e registados a germinação do feijão e da cenoura. Posteriormente, os alunos transplantaram as plantas para a horta da escola.

Todos participaram com muito entusiasmo e com "a mão na terra" e foi, sem dúvida, uma experiência gratificante!

Os alunos do 10ºE e F realizaram uma visita de estudo ao maior centro de meteorologia de Portugal, o IPMA (Instituto Português do Mar e da Atmosfera). Iríamos ouvir matérias sobre a climatologia, previsões do estado do tempo e análise de dados estatísticos. 

Após a primeira palestra, concluiu-se que: 

- a localização geográfica de Portugal nas latitudes intermédias da Zona Temperada do Norte é o principal fator do clima português (clima temperado mediterrânico)

- as principais diferenças sazonais devem-se à deslocação latitudinal dos centros de pressão atmosférica que, no inverno, se deslocam mais para sul e, no verão, se deslocam mais para norte;

- o ano de 2016 foi o que registou maior número de anomalias ao nível climático;

- quando se encontram duas massas de ar com características diferentes, deslocando-se em sentidos opostos e convergentes, forma-se uma “Superfície Frontal”;

- no verão, as altas pressões subtropicais estendem a sua influência para norte, destacando-se o Anticiclone dos Açores;

- no inverno, a convergência da massa de ar polar com a massa de ar tropical dá origem à formação da “Frente Polar”.

Um dos principais fatores que influencia o clima português é a continentalidade, ou seja, distância à linha de costa.

“Viajar es cambiarle la ropa al alma” – Mário Quintana

Entre el 8 y 11 de abril de 2017, 142 estudiantes del Agrupamento de Escuelas Daniel Sampaio, que frecuentan la asignatura de español, se dirigieron hacia Madrid para una visita de estudio que también se extendió a la ciudad de Toledo. Estos estudiantes, acompañados por la profesora organizadora, Cristina Sousa, y por los profesores Alice Silva, Ana Duarte, Ana Martins, Ana Mendao, Conceição Catalão, Dina Viegas, Maria do Carmo Rodrigues, Marina Andrade, Paula Pina, Sandra Silva, João Gonçalves, Marco Osorio, Mário Rui Silva y Vasco Quaresma, tuvieron la oportunidad de practicar y desarrollar sus destrezas lingüísticas en español en situaciones cotidianas, con la cultura y la civilización de este país.

No passado dia 29 de março, no âmbito das disciplinas de Economia e Geografia A, os alunos das turmas do 10°F e 11°G (Cursode Ciências Socioeconómicas) deslocaram-se a Lisboa acompanhados dos professores Paula Teixeira e Leonett Abrantes, Carlos Sant'Ovaia, Maria Antónia da Silva e Vanda Rodrigues. A visita tinha como objetivos fundamentais aprofundar conhecimentos no âmbito de conteúdos programáticos das duas disciplinas e, sem dúvida, podemos afirmar que foram conseguidos.

Após terem feito a travessia de barco os alunos tiveram oportunidade de passear por algumas das principais ruas da cidade e perceber a dinâmica organizacional do CBD (Central Business District – “Área de Negócios Central” ou "Baixa") na perspetiva espacial e funcional. Assim, constataram a existência de áreas funcionais, organizadas no espaço de modo homogéneo e considerando as funções que oferecem, como a comercial, residencial, cultural e administrativa, influenciadas pelo valor da renda locativa (custo do solo). Quanto mais próximo do CBD, mais elevado é este valor. Ao subirem a Rua do Alecrim em direção ao Chiado, os alunos verificaram a existência de funções raras (ex. os alfarrabistas) - disponíveis apenas em certos lugares e que oferecem bens de elevado valor monetário, podendo pagar o elevado custo da renda locativa. Os alunos tiveram a oportunidade de dialogar com um dos alfarrabistas da Rua do Alecrim, para grande alegria deles!

Although it was April Fool’s Day this was not a joke, it was for real! There we were, all gathered at Humberto Delgado Airport anxious to depart but also a bit nervous. After all, for some of the students this was their first flight or their first trip without parents and for us teachers, the first time with such a big group and believe me, we were feeling the heavy weight of responsibility on our shoulders! What a crowd we were: about 100 parents, 70 students, 6 teachers and 2 guides. After all the necessary procedures we finally got into the plane. I think that we scared the crew, the students wanted to sit next to their friends and it took a long time for everyone to be in their own seats: “a typical Portuguese mess!”

No âmbito do plano de formação contínua dos Assistentes Operacionais do nosso Agrupamento levado a cabo pela Dra. Teresa Soares, coordenadora do SPO, realizou-se no último dia da formação, 7 de Abril, um almoço convívio plenamente participado.

O bom tempo primaveril permitiu que o almoço tivesse lugar ao ar livre, no espaço da escola sede do Agrupamento. Viveram-se momentos de convívio e partilha não só de saberes como de belas e deliciosas iguarias trazidas por todos os participantes! Não há dúvida de que a construção de redes de comunicação informais pode melhorar o sentimento de pertença, a partilha, a cooperação e o apoio interpares e contribuir igualmente para melhorias evidentes na eficácia e satisfação laboral. Iniciativas como estas são para repetir!

Notícias do Agrupamento

´Notícias do AEDS

Pesquisa

Moodle AEDS Bibliblog Webmail
Clube Europeu
facebook
GIAE ON-LINE

Publicidade